Ramacrisna realiza mais uma edição do Festival Primavera

Evento criando pelo Instituto Ramacrisna em 2013 chega a sua 6ª edição

 Dizem que quem canta, seus males espanta. Pensando nisso, entre os dias 29 e 31 de outubro, o Instituto Ramacrisna realiza, pelo sexto ano consecutivo, o Festival de Música Primavera. O evento que acontecerá no Centro Cultural Ramacrisna, Rua Mestre Ramacrisna, 379 – Santo Afonso – Betim/ MG, é gratuito, aberto ao público e contará com diversas atrações musicais.

A abertura do evento acontecerá a partir das 13h30 com a participação da Banda Trinca. Formada a mais de um ano pelos músicos Thiago Barrez (Guitarrista e vocal), Rodrigo Lourenço (baixista) e Rudigo Calixto (baterista), a banda TRINCA vem se destacando no cenário mineiro com um repertório recheado de releituras da MPB para o blues e para o jazz. Ainda no dia 29, Paulinho Serafim e banda sobem ao palco as 15h30 para embalar a tarde.

Já no segundo dia o Grupo Choro de Quintal marca a sua participação no festival. Formado com o objetivo de manter vivo, e levar o choro, que é um estilo genuinamente brasileiro a todas as pessoas que gostam de boa música, o grupo é composto por Marcos Freitas, Henrique Martins e Cleidiano Machado. A Orquestra Jovem Ramacrisna também fará uma apresentação para as famílias dos músicos no segundo dia do evento, com regência do Maestro Eliseu Barros a orquestra criada em 2005 tem por objetivo trazer para a realidade das crianças e jovens a beleza do universo da música clássica e popular.

No encerramento do evento a Família Barros, composta pelos professores da Orquestra: Alexandre (sopro), Elias (violino) e Wiliam (teoria musical, baixo, violoncelo) e o Trio Amadeus são os destaques. Com uma música feita entre família, a Família Barros é formada por filhos, tios e sobrinhos que tocam instrumentos de sopro e cordas. Eles fizeram e ainda fazem parte de corpos artísticos importantes como as orquestras Sinfônica da Escola de Música da UFMG, Sinfônica de MG, Sinfônica da PMMG e Orquestra de Câmara do SESI-MG/Musicoop, Orquestra Jovem do Mercosul,  Orquestra Jovem Mundial, Orquestra Filarmônica de MG, Orquestras Sinfônica de Ribeirão Preto, do Teatro Nacional de Brasília e Filarmônica de MG. Já o Trio Amadeus há mais de 15 anos transita pelos diversos gêneros musicais com repertório eclético de Mozart a Led Zeppelin, passando por músicas celtas, musicais da Broadway, temas de filmes e músicas autorais, todas com a abordagem acústica dos instrumentos de formação do grupo. A base é a harpista e cantora lírica Marcelle, o violonista e cantor Fábio e o violinista Rafael Marcenes.

Além das apresentações musicais, serão realizadas também aulas intensivas, teóricas e práticas, durante os três dias no turno da manhã, para os alunos que fazem parte da Orquestra Jovem Ramacrisna. No terceiro dia os alunos passam por uma audição com maestro, que é feita anualmente para avaliação de desempenho.

O Festival promove ainda o acesso à música clássica e popular para os moradores da região, além de mobilizar alunos, funcionários, familiares dos músicos e toda a comunidade. Para Solange Bottaro, vice-presidente da Ramacrisna, possibilitar aos moradores distante dos grandes centros, acesso a música de qualidade, gêneros diversificados e artistas reconhecidos, é uma oportunidade de crescimento e inserção cultural que beneficia toda a família. “A instituição, ao promover o contato de crianças e jovens com o mundo da música, transforma suas vidas ao propiciar-lhes formação profissional na arte da música com aprendizado em teoria musical, o que lhes permite desenvolver habilidade para apresentações públicas, bem como aprimoramento da mente, sensibilidade auditiva, disciplina consciente, trabalho em equipe e solidariedade”, afirma.

PROGRAMAÇÃO

29/10

13h30 – Banda Trinca
15h30 – Paulinho Serafim e banda

30/10

13h30 – Choro de Quintal
19h – Orquestra Jovem Ramacrisna

31/10

13h30 – Família Barros
15h30 – Trio Amadeus

 

Ramacrisna

LEIA TAMBÉM

Manual sobre a Lei da Aprendizagem!

VEJA AS VANTAGENS E BENEFÍCIOS
CLIQUE AQUI E CONHEÇA O FIA