Sabia que você pode destinar parte de seu Imposto de Renda para ajudar crianças e adolescentes em risco social?

Através do Fundo para a Infância e Adolescência (FIA), Instituição Social Ramacrisna é credenciada a receber doações por meio de deduções fiscais

A Instituição Social Ramacrisna, por meio do FIA, Fundo para a Infância e Adolescência, é uma das instituições credenciadas para receber doações através de dedução fiscal de pessoas físicas e jurídicas. Neste sentido, pessoas físicas podem destinar até 6% do IR devido e pessoas jurídicas podem destinar até 1% do Imposto devido ao FIA. O Fundo é um instrumento legal, que permite à sociedade ajudar crianças e adolescentes em situação de risco social e pessoal. A destinação pode der feitas até o dia 31 de dezembro, tanto para pessoa física, quanto para jurídica.

Segundo Daniela Balbina Marra, coordenadora do Grupo de Estudos do Conselho Regional de Contabilidade, o mais importante é que as pessoas façam a doação no ano corrente, para que o se atinja o valor de 6% de dedução, no caso de pessoas físicas. “Caso o contribuinte opte por fazer a doação no ano posterior, o valor cai pela metade, podendo destinar apenas 3% do imposto devido”.

Segundo Solange Bottaro, vice-presidente da Ramacrisna, esta é uma forma dos cidadãos de bem, contribuirem com ações que visam à elevação da escolaridade, qualificação profissional e uma vida pautada pela ética e responsabilidade com os as crianças e jovens atendidos pela instituição.

Como doar
Para pessoa física, fazer a destinação do Imposto de Renda para a Ramacrisna é muito simples e a pessoa não tem nenhum gasto excedente. Confira os passos:

1 –É preciso que a pessoa faça a declaração no formato “completa”.
2 – Em seguida, deve-se escolher a opção “Doações para o FIA – Fundo para a Infância e Adolescência”, buscar na UF o estado de Minas Gerais e localizar o município de Betim.
3 – O valor máximo da doação, 6%, já aparecerá no formulário.
4 – Por fim, basta enviar um e-mail para o Conselho da Criança e Adolescente de Betim (cmdcafiabetim@gmail.com) com cópia para Ramacrisna (ramacrisna@ramacrisna.org.br) informando que a doação será destinada à Ramacrisna.

No caso de pessoa jurídica, toda empresa tributada com lucro real pode participar e esta destinação não interfere em outras deduções ou gera custos. Confira os passos:

1 – A empresa faz o depósito em dinheiro via DOC para a conta do FIA até o último dia útil de dezembro:
Fundo Municipal dos Direitos da Criança e Adolescente de Betim
Banco do Brasil
Ag.: 750-1
Cc.: 102.185-0
CNPJ: 21101865/0001-14
2 – Em seguida, envia uma cópia do comprovante de depósito para o Conselho da Criança e Adolescente de Betim (cmdcafiabetim@gmail.com) com cópia para Ramacrisna (ramacrisna@ramacrisna.org.br) e uma carta, informando que a doação será destinada à Ramacrisna
3 – O Conselho da Criança e Adolescente emite um recibo que deve ser arquivado.

57 anos de inclusão social

Fundada em 1959, a Instituição Social Ramacrisna desenvolve projetos culturais, educacionais, profissionalizantes, de aprendizagem, geração de trabalho e renda, esporte e lazer, entre outros, voltados para comunidades em situação de vulnerabilidade social de Betim e outros municípios, como Belo Horizonte, Contagem, Sarzedo, Ibirité, Esmeraldas, Igarapé, Juatuba, Mateus Leme e São Joaquim de Bicas.

CAER_Mesa_Alfabetizadora_00345

A Ramacrisna desenvolve projetos como o CAER, Centro de Apoio Educacional, por meio do qual oferece às crianças uma educação de qualidade, ampliando seus horizontes, abrindo-lhes as portas de um mundo mais igualitário e justo, através da participação em diversas oficinas. Desenvolvida por uma equipe multidisciplinar de instrutores da Ramacrisna, as oficinas são realizadas em período complementar às aulas ministradas na escola pública. As crianças recebem almoço e lanche diariamente, inclusive nas férias, além de material escolar e vestuário, como incentivo à família para mantê-las frequentes na escola.

Uma das oficinas das quais os alunos participam é a de Robótica, que alia a tecnologia à educação, envolvendo e motivando os alunos, que exercitam o raciocínio lógico, além de propiciar o trabalho colaborativo, o compartilhamento de dados e promover a interdisciplinaridade. Com kits programáveis, softwares, protoboards, fios, sensores, placas, motores, sucatas, os estudantes dão início ao seu futuro. Ao se interessar pelo estudo de programação, essa meninada prepara o terreno para sua inserção no mercado de trabalho, que cada vez mais exige essas competências.

Outra iniciativa mantida pela instituição é a Orquestra Jovem Ramacrisna. Regida pelo Maestro Eliseu Barros, a Orquestra foi criada em junho de 2005 com o objetivo de trazer para a realidade das crianças e jovens em situação de risco pessoal e social da comunidade de Vianópolis, em Betim, com idades entre 9 e 25 anos, a beleza do universo da música clássica. Com o projeto, 73 músicos frequentam aulas de teoria musical e prática em instrumentos de cordas e sopro.  Os professores da família Barros ministram aulas por naipes: Alexandre (sopro), Elias (violino) e Wiliam (teoria musical, baixo, violoncelo) acompanham o Maestro Eliseu na missão de promover o desenvolvimento musical desses talentosos músicos.

Ramacrisna

Promovendo sonhos e transformando vidas.

LEIA TAMBÉM

BAIXE O MANUAL GRÁTIS

VEJA AS VANTAGENS E BENEFÍCIOS
CLIQUE AQUI E CONHEÇA O FIA