Ramacrisna em parceria com a Alfasol inicia curso gratuito de alfabetização para jovens e adultos

Entre a população acima de 25 anos, cada ano de estudo acrescenta 3% de chance de emprego

Ser analfabeto faz as funções da vida cotidiana se tornarem extremamente difíceis. “Se você fizer o mapa do analfabetismo no Brasil, ele vai coincidir com o mapa da fome, com o do desemprego, e da alienação. Não raro esse analfabeto é o que fica doente, o que passa fome, o que vive de subemprego”, afirma a pedagoga Silvia Colello, pesquisadora da Faculdade de Educação da Universidade de São Paulo (USP). De acordo com dados da Alfasol, entre a população de 25 anos e mais, cada ano de estudo acrescenta 3% de probabilidade de emprego. Após concluir o curso de alfabetização, um trabalhador tem renda 20,71% maior do que a de um trabalhador sem escolaridade e analfabeto.

Pensando nesta lacuna educacional, a Instituição Ramacrisna em parceria com a Alfasol, está com as inscrições abertas, para o curso de Alfabetização para jovens e adultos. Para participar do curso é necessário ter no mínimo 15 anos. A primeira turma tem início dia 28 de março e duração de 8 meses e as aulas acontecem de segunda a quinta das 19h às 21h. Durante o curso, os alunos recebem material didático, lanche, certificado e exame de vista e óculos caso seja necessário. As inscrições são feitas na recepção da Ramacrisna.

Serviço:
Curso de Alfabetização de Jovens e Adultos
Pré-requisito: Maiores de 15 anos
Início: 28 de março
Duração: 8 meses
Horário: 19h às 21h
Aulas: de segunda a quinta-feira
Local: Rua Mestre Ramacrisna, 379, Santo Afonso – Betim
Telefone: (31) 3438-5500

Sobre a Ramacrisna
Criada pelo jornalista paraibano Arlindo Corrêa da Silva, a Ramacrisna desenvolve, há 57 anos, projetos culturais, educacionais, profissionalizantes, de lazer, entre outros, voltados para comunidade em situação de vulnerabilidade social de Betim e 8 cidades do entorno. O nome da instituição é em homenagem ao filósofo indiano Sri Ramakrishna, ecumenista que viveu no século 19 e pregava o trabalho social como forma de transformação do ser humano. Ela se tornou conhecida em todo o Brasil como instituição do Terceiro Setor referência em projetos de autossustentabilidade por possuir uma Fábrica de Telas de Arame. O lucro obtido com as vendas é destinado ao setor social da Ramacrisna, garantindo mais autonomia e uniformidade no atendimento às pessoas amparadas pelos projetos. Visando potencializar as estratégias de gestão da instituição, em 2008, uniu-se a FDC – Fundação Dom Cabral, que está entre as melhores escolas de negócios do mundo pelo ranking da Financial Times. A Ramacrisna ainda coleciona, desde sua fundação, diversas premiações renomadas, como o Prêmio Mineiro de Excelência da Gestão das Entidades do Terceiro Setor, promovido pela SEPLAG – Secretaria de Planejamento e Gestão de MG e o 1º lugar do Prêmio Objetivos de Desenvolvimento do Milênio – Educação de Qualidade para todos, do Governo de Minas. Somente em 2015, a instituição atendeu 146.418 pessoas em sua sede e em parceria com o Poder Público.

Sobre a AlfaSol

A AlfaSol tem como missão disseminar e fortalecer o desenvolvimento social por meio de práticas educativas sustentáveis. Trata-se de uma organização da sociedade civil sem fins lucrativos e de utilidade pública que desenvolve ações que visam contribuir para a redução dos altos índices de analfabetismo e ampliar a oferta de Educação Profissional e de Jovens e Adultos. Ao longo de 17 anos de atuação, a AlfaSol já atendeu mais de 5,5 milhões de alunos; capacitou cerca de 257 mil educadores; beneficiou 2.271 municípios brasileiros (o que equivale à metade deles); distribuiu mais de 131 mil óculos; e distribuiu livros e acervos bibliográficos para 618 mil alunos e educadores.

Ramacrisna

Promovendo sonhos e transformando vidas.

LEIA TAMBÉM

Manual sobre a Lei da Aprendizagem!

VEJA AS VANTAGENS E BENEFÍCIOS
CLIQUE AQUI E CONHEÇA O FIA